Dicas de Cultura Inútil

Se você tenta ler Nietzsche ou Joyce e não consegue, tenta assistir Godard ou Bergman e dorme no meio, não diferencia Monet de Manet e nem sabe quem foi Emmanuel Kant, PARABÉNS! Você está no blog certo!

27 abril, 2008

Curtas da Pixar 4: Tin Toy

O próximo curta do DVD "Pixar Short Films Collection - Volume 1" é, com certeza, o início da Pixar como um estúdio de animação, embora na época eles não soubessem disso. Tin Toy (idem, 1988), segundo John Lasseter, foi inspirado por um vídeo caseiro do sobrinho dele, na época um bebê de um ano, brincando. Ao ver os brinquedos babados e atirados para todo lado, Lasseter teve a brilhante idéia de animá-los para ver como reagiriam naquela situação. Se você lembrou de Toy Story (idem, 1995), considere esse curta uma semente.

Basicamente, o herói é um boneco vestido de músico de coreto, que toca vários instrumentos conforme se movimenta . Ele precisa fugir de um nenê que quer apenas "brincar" (um eufemismo para aniquilar). A maior parte do filme trata dessa dinâmica, com destaque para o grupo de brinquedos escondidos embaixo do sofá. É uma história simples e divertida que foi bem executada, mesmo que o tal bebê seja uma criatura meio bizarra e artificial, parecendo um dinossauro animado em stop motion.

O sucesso de Tin Toy foi enorme, atingindo pela primeira vez um público que não trabalhava com informática. Em 1989, o desenho ganhou o Oscar de Melhor Curta Animado e abriu os olhos de Hollywood para o potencial da animação computadorizada, facilitando bastante o financiamento de um longa metragem. E o resto é história...

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home